Logística de distribuição: como aumentar sua eficiência

A logística de distribuição de mercadorias é um dos ramos do setor logístico que foca na estocagem e escoamento de produtos.

por  
Unicargo
6/5/2019

As etapas da logística de distribuição

Para garantir um atendimento eficaz de todos os clientes, é preciso planejar as etapas que compõem o processo e possibilitam o atendimento da demanda. Conheça quais são elas:

Gestão de transportes

Em resumo, é o conjunto de decisões que o gestor deve tomar para viabilizar o processo de entrega. É mais vantajoso manter uma frota própria ou terceirizar o serviço? Qual é o modal de transporte mais ágil para concluir as entregas? Quais tarifas devem ser cobradas dos clientes pelos serviços prestados?

Esses são questionamentos relevantes que têm relação direta com a composição dos custos e com os resultados financeiros.

Conferência das cargas

Desde a entrada no armazém até o momento de embarque nos veículos, é preciso ter extremo cuidado ao manusear as embalagens. No ambiente do armazém, os acidentes que causam danos aos produtos devem ser prevenidos para evitar prejuízos e proteger a equipe.

Nesse contexto, a rastreabilidade dos materiais também se torna um aspecto importante, pois garante conferir se os pedidos e lotes estão sendo separados e embalados de acordo com as especificações dos clientes.

Controle de fretes

A etapa de controle de frete contempla as atividades relacionadas para garantir que o produto seja entregue no destino em perfeitas condições. Alguns exemplos de atividades relacionadas são:

  • expedição dos produtos;
  • monitoramento remoto da frota;
  • dimensionamento da carga de acordo com o veículo;
  • seleção do modal de transporte.

Roteirização de remessas

Um profissional de logística sabe como é importante construir um planejamento para o processo de entrega. Isso inclui a criação de um trajeto capaz de reduzir o tempo gasto para chegar até os destinatários e reduzir os custos.

A agilidade das entregas também possui relação direta com o nível de satisfação dos contratantes, o que justifica o investimento em programas de roteirização. Dessa forma, é possível atender mais clientes em menos tempo e minimizar o consumo de combustível da frota.

Análise de indicadores de desempenho

Avaliar os resultados por meio de métricas e relatórios é uma das etapas mais importantes da operação logística, pois permite identificar problemas e gargalos que comprometem a produtividade. Com isso, é o gestor que detém a responsabilidade de implementar soluções e garantir que os objetivos sejam alcançados.

3 dicas para tornar a logística mais eficiente

Para aprimorar o resultado do seu negócio, a implementação de mudanças simples podem ser vantajosas. Veja:

1. Invista em sistemas de gestão

As ferramentas informatizadas são mais do que fundamentais para garantir a assertividade das informações, automatizar tarefas e permitir uma gestão eficaz. Além disso, a automatização permite que os recursos humanos disponíveis sejam alocados para funções mais estratégicas em vez de meramente operacionais.

2. Controle o desempenho da área

É fato que, se uma empresa não mede o seu desempenho, ela fica impossibilitada de implementar melhorias. Por isso, o acompanhamento de indicadores de desempenho é ideal para fornecer uma visão tanto do ambiente interno como do mercado externo.

3. Aprimore o nível de serviço

A relação com os clientes e a imagem que a empresa projeta para o mercado têm profundo impacto nos resultados. Portanto, deve-se focar no atendimento de suas necessidades, bem como em todas as melhorias que possam garantir o bem-estar e o desenvolvimento dos colaboradores.

Atualmente, a logística de distribuição assume uma posição estratégica no mercado e exerce forte influência no resultado da economia. Por esse motivo, ela deve ser monitorada, avaliada e aprimorada frequentemente para garantir a sua melhoria contínua.

O gerenciamento logístico depende também da qualificação dos profissionais que compõem a equipe.